NOTÍCIAS
Coronel defende novo formato de TV pública em prol das comunidades
Em entrevista ao Extra Ordinário, da TV Câmara, presidente da Alba propõe emissoras legislativas itinerantes para auscultar o povo.

Uma TV Pública com grade de programação renovada. Que busque auscultar os anseios das comunidades, interiorizada, com programação local, e capacidade de possibilitar a abertura de um canal de comunicação direto entre a classe política e a sociedade. Que leve ao conhecimento do cidadão o trabalho que uma Casa Legislativa realiza em prol da população.

Este é o perfil que uma televisão pública deve ter com o advento das novas mídias, na opinião do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Deputado Angelo Coronel (PSD) foi entrevistado no Programa Extra Ordinário, veiculado pela TV Câmara, do Legislativo da capital baiana, comandado pelos jornalistas Osvaldo Lyra e Liana Cardoso, na manhã desta segunda-feira (7), no Centro de Cultura da Câmara Municipal.

Chefe do Legislativo estadual defendeu a realização de programas itinerantes, que leve e faça a discussão de temas de interesse da sociedade para o interior do Estado. “A TV Pública não pode competir com as emissoras comerciais, que recebem das cabeças de rede (matriz) grande parte de sua programação diária. Mas também temos que buscar fazer crescer nossa audiência. Por isso temos que repensar esse modelo. Entendo que para prender a atenção do telespectador é estratégico fazer o cidadão de se vê na TV, debatendo os assuntos de interesse da sua comunidade”, disse Coronel.

Presidente defende que a TV ALBA, por exemplo, transmita as sessões de outros órgãos públicos, como os tribunais de contas, bem como de audiências públicas, inclusive fora da Casa. Ele sugere a transmissão de festas históricas, de caráter cultural e religioso, de grande apelo popular, lembrando a romaria de Bom Jesus da Lapa e outras celebradas em Santa Rita de Cássia, Formosa do Rio Preto e outros municípios, que chegam a reunir mais de 200 mil pessoas.

Coronel acredita ainda que a TV pública com um novo formato, mais interessante à sociedade, que mostre o lado bom da política, será capaz de combater a demonização da atividade política e resgatar a imagem do gestor público. Presidente vai, próximos dias, discutir o assunto com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Cassab, ocasião em que solicitará a autorização para o funcionamento da Rádio Alba.

Vaner Casaes
  • Publicado em: 08/08/2017
  • Setor responsável: PRESIDENCIA
  • Compartilhar: