NOTÍCIAS
José de Arimateia comanda no Legislativo mais um ato em defesa dos idosos

Mais um ato em defesa do idosos da Bahia foi promovido pelo deputado estadual José de Arimateia (PRB), durante toda a tarde de anteontem, dia 10, na sala Luís Cabral da Assembleia Legislativa. Uma plateia, formada por mais de 50 pessoas da terceira idade, participou ativamente do debate intitulado “Equacionamento da Petros: Impactos na Qualidade de Vida dos Aposentados e Pensionistas da Petrobras e Proteção Previdenciária para Trabalhadores e Trabalhadoras”.

A Petros, classificada como um fundo de previdência, foi criada pela Petrobrás, no ano de 1970, para dar auxílio a aposentadoria complementar às pessoas que trabalham na estatal. No ano passado foi anunciado que o Plano Petros do Sistema Petrobras (PPSP) teria que passar por um processo de equacionamento em decorrência do déficit de R$ 22,6 bilhões acumulado nos anos de 2013, 2014 e 2015.
As consequências já começaram a ser sentidas e foram expostas pontualmente durante a cerimônia por diversos funcionários ativos, aposentados e pensionistas. No ensejo, eles contaram que estão sendo responsáveis por pagar 50,55% deste déficit, sendo que estes dois últimos terão de arcar com 7,7 bilhões de reais para cobrir o desequilíbrio das contas.

O proponente do debate abordou que com o advento-surpresa desta nova obrigatoriedade, a qualidade de vida de aposentados e pensionistas tem sido seriamente afetada. Segundo relatos de aposentados que procuraram o Sindicato Nacional dos Aposentados Sessão Bahia (Sindnapi-Ba), por coincidência ou não, nesse mesmo período, houve um aumento na incidência de idosos com depressão. “Entre as causas que defendo como parlamentar, estão justamente a saúde e os idosos.Por este motivo, não poderia deixar de trazer este assunto tão relevante e urgente à nossa pauta de discussão”, explicou.

No final da audiência, os aposentados e pensionistas da Petrobras entregaram ao deputado Arimateia um documento que detalha a atual situação da Petros, que tem atingido diretamente a vida financeira e psicológica dos idosos. O parlamentar se pronunciou no plenário da Casa, na tarde de ontem, dia 11, para denunciar e tornar público o tema em questão para maior resolutividade.

A mesa, bastante representativa, foi composta pelo presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobrás (Aepet), Eluzai Ribeiro, o presidente da Associação dos Trabalhadores Aposentados em Empresa de Extração de Petróleo (Astape), Gileno dos Santos, o presidente da Força Sindical, Emerson Silva Gomes, o presidente do Clube dos Empregados da Petrobras (Cepe-Stella Mares) e Abraspet, Getúlio Francisco da Cruz, o presidente da Federação Nacional das Associações de Aposentados Pensionistas do Sistema Petrobras e Petros (Fenaspe), Mario Eugênio da Silva, representando o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindinapi), Mirian Castro, coordenador geral do Sindinapi, Nilson Bahia, o conselheiro deliberativo da Petros, Marcos André, o conselheiro deliberativo da Petros, Hepaminondas Mendes, além de Djair Getúlio, representando a Abraspet e presidente do Cepe Salvador.

Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 12/04/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: