NOTÍCIAS
Bira Corôa registra os 40 anos do Movimento Negro Unificado

Compartilhe

O deputado Bira Corôa (PT) saudou o Movimento Negro Unificado (MNU), em uma moção de aplausos em homenagem ao 40º aniversário da entidade. No documento, o petista lembra que o MNU, organização pioneira na luta do povo negro no Brasil, foi fundado no dia 18 de junho de 1978 e lançado publicamente no dia 7 de julho.

“Havia naquele momento um silêncio por conta do período de ditadura militar, mesmo assim negros que encamparam o espírito de Zumbi dos Palmares, Steve Biko, Malcom X, Nzinga, Dandara, Acotirene, Luiza Mahin e tantos outros lideres do povo negro no Brasil e no mundo, não se silenciaram naquele 7 de julho de 1978”, relata, acrescentando que o MNU, fortalecendo a proposta do início da década de setenta do Grupo Palmares de Porto Alegre, decidiu na Assembleia Nacional, em Salvador, no dia 4 de novembro de l978, transformar o 20 de novembro, no Dia Nacional da Consciência Negra, data da morte de Zumbi, um dos principais comandantes do Quilombo dos Palmares, um exemplo de luta e dignidade para os negros e negras, e todos os brasileiro.

“O MNU foi um marco para a esperança de negros e negras brasileiros na luta contra o racismo e o preconceito. Na luta política o negro tem sido pioneiro na figura do Movimento Negro Unificado. O movimento continua independente por sua trajetória, pelas conquistas ao longo da história e por não abrir mão dos seus princípios e sua  luta. Portanto, parabenizo-o por seu excelente trabalho, em prol das minorias”, felicitou.
Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 15/05/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: