NOTÍCIAS
ANIVERSÁRIO DE CONDEÚBA - Ângela Sousa disse que cidade é acolhedora

Em comemoração aos 157 anos de aniversário do município de Condeúba, a deputada Ângela Sousa (PSD) apresentou moção de congratulações à população que festeja a emancipação política e administrativa neste 14 de maio. “Um município com um povo acolhedor, com uma gente guerreira e com homens e mulheres que buscam com trabalho e garra construir dias melhores para esta cidade”.

A deputada conta que os primeiros habitantes das terras foram os índios Botocudos, mas foi fundada por João Gonçalves da Costa no ano de 1805, a partir de uma fazenda onde se construiu uma capela que consolidou o povoamento local. Com o crescimento populacional, o povoado se transformou em vila pela Lei nº 809, de 11 de junho de 1860. Neste período, o atual município pertencia à cidade de Caetité, sendo desmembrado conforme ato de instalação assinado pelo Presidente da Câmara de Vereadores de Caitité, passando a chamar-se de Villa de Santo Antônio da Barra.

Através da sede municipal, constituída por força da Lei Providencial nº 2673, de 28 de junho de 1889, alterou o topônimo do município para Condeúba, “palavra de origem tupi, que significa pau de candeia”. A cidade se localiza as margens do rio Gavião, região da Serra Geral, e faz divisa com os municípios de Cordeiros, Piripá, Presidente Jânio Quadros, Guajeru, Caculé, Jacaraci, Mortugaba e com o município mineiro de São João do Paraíso. 

A agricultura e criação de bovinos, caprinos, ovinos e suínos, são atividades que sustentam a economia local, que contradiz com as estiagens que assolam a região que sofre grandes dificuldades.“Povo bom e hospitaleiro, trabalhador e honesto, assim são os habitantes deste torrão situada no sertão da Bahia, que vem se desenvolvendo apesar das dificuldades, com a ajuda indispensável dos governantes”, conclui a parlamentar.

Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 15/05/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: