NOTÍCIAS
Colegiado encampa luta em defesa dos agricultores

Compartilhe

A Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Eduardo Salles (PP), decidiu ontem, em reunião ordinária,  através votação unânime, entrar na luta para reverter a decisão do Governo Federal de  suspender a renegociação das dívidas dos agricultores brasileiros.

 A decisão foi considerada muito grave, pois a alegação da falta de recursos no orçamento para conceder o desconto dessas dívidas contraídas até 2011 em 95% e parcelamento das contraídas até 2016, e cujo prazo para pagamento total junto ao bancos oficiais terminaria no final deste ano, não convenceu os parlamentares.

“Sob alegação da falta de recursos, quando o Brasil está pagando dívidas de outros países, como agora aconteceu com a Venezuela, o Governo  Federal fez o Banco Central determinar um termo para os banco públicos não receber mais o pagamento dessas dívidas com o desconto. É um absurdo. O Governo Federal sinalizou para os bancos não cumprir a lei. Quem não cumpre o que determina a lei tem que ser preso”, disse Eduardo Salles.

O parlamentar informou que foi aprovada também uma consulta ao setor jurídico da ALBA e à Mesa Diretora, “pois vamos tomar as devidas providências, além de enviar ofícios aos deputados federais, repudiando esta atitude absurda. Os agricultores estão chegando nos bancos para pagamento ou renegociação e estão batendo com a cara na porta. O presidente da República não cumpre a lei vigente no país, e se o problema é de orçamento, o Ministro da Agricultura corte outras despesas e não os benefícios de uma categoria responsável pelo crescimento do país”, completou.

A comissão confirmou para o dia 29 deste mês, a sessão itinerante que será realizada no Oeste do Estado durante o lançamento do Bahia Farm, em conjunto com o colegiado de Meio Ambiente. Na ocasião, serão debatidos com todos os segmentos da sociedade local os problemas existentes na região.
Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 16/05/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: