NOTÍCIAS
Arimateia propõe cidadania baiana a Marcos Jorge Lima

Compartilhe

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima será homenageado com o Título de Cidadão Baiano na Assembleia Legislativa. O projeto de resolução é de autoria do deputado José de Arimateia (PRB) e a homenagem será realizada em sessão especial no plenário da Casa, em data e horário a serem estabelecidos junto à Mesa Diretora.

O parlamentar justifica sua proposição destacando que a mesma tem o objetivo de conceder uma significativa homenagem, pois a Bahia faz parte da história do ministro. “Terra que está em seu sangue pois é filho de baiano com uma paraibana e que, por um golpe do destino, nasceu no Rio de Janeiro”.

Arimateia ainda cita em seu projeto que os pais de Marcos Jorge se conheceram na Bahia. Seu avó materno, mais conhecido como Antônio Paraibano, saiu da Paraíba e se instalou na região de Jacobina. Era agricultor, proprietário de terras na região. Foi dono de fazendas como a Santo Antônio, Santa Maria e Mocozeira.

“Seu pai nasceu lá. Conheceu a esposa e mãe do ministro também lá. Se mudaram para São Paulo, depois foram para o Rio, onde nasceu o ministro. Aos dez anos, Marcos Jorge se mudou para a região de Jacobina. Morou em Lajes do Batata e na Caatinga do Moura, no Roçado, com seu pai, o saudoso Jorge Carneiro de Lima. Seu pai faleceu em 2004. Marcos Jorge viveu na Bahia até seus 14 anos”. O deputado concluiu afirmando tratar-se de uma justa e merecida homenagem, “pelos fortes laços que o ministro Marcos Jorge de Lima possui com o Estado da Bahia”.
Arquivo/Agência-ALBA
  • Publicado em: 12/06/2018
  • Setor responsável: ASSESSORIA COMUNICACAO SOCIAL
  • Compartilhar: