Terça-feira , 07 de Julho de 2020

MÍDIA CENTER

Legislativo decreta luto oficial pela morte do ex-deputado Félix Mendonça

Publicado em: 29/06/2020 22:40
Setor responsável: Notícia

Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), através do seu presidente, deputado Nelson Leal, decretou três dias de luto oficial pelo falecimento, na sexta-feira (26), do ex-deputado, engenheiro civil e empresário Félix Mendonça. Ele morreu, aos 92 anos, no Hospital Aliança, em Salvador, resultante de complicações decorrentes da Covid-19.  

 

Natural de Conceição do Almeida, Félix de Almeida Mendonça era formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Foi prefeito da cidade de Itabuna, de 1963 a 1966, antes de exercer o mandato no Legislativo baiano, pela Aliança Renovadora Nacional (Arena), 1967-1971. O político cumpriu sete mandatos de deputado federal, de 1983 a 2011, tendo uma destacada atuação na vida pública, como parlamentar, e na vida civil, como empresário da construção, além de ser um dos fundadores do jornal Correio da Bahia.  

 

Na Assembleia Legislativa, Félix desempenhou a função de 4º secretário da Mesa Diretora (1967) e ocupou a titularidade das Comissões: Redação, Revisão Legislativa e Leis Complementares (1968); Ciência e Tecnologia, Economia e Desenvolvimento (1969-1970); e Constituição e Justiça (1969-1970). Foi ainda suplente nos colegiados de Constituição e Justiça (1968) e Finanças, Orçamento e Contas (1969-1970).  

 

Em sua trajetória de 28 anos no Congresso Nacional, com sete mandatos, presidiu a Comissão de Agricultura e Política Rural e participou, como titular ou suplente, de diversos colegiados – como os de Economia, Indústria e Comércio; Minas e Energia; Finanças e Tributação; Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; Seguridade Social e Família – além das comissões especiais, onde discutiu temas como os fundos para o Desenvolvimento do Semiárido e o de Habitação de Interesse Social. Ocupou ainda a vice-liderança de partidos, como o PTB e PFL, e de blocos partidários. 

 

Em 2014, com então 86 anos, recebeu da Câmara dos Deputados a Medalha de Mérito Legislativo, em Brasília. Seu filho, deputado federal Félix Mendonça Júnior, publicou um breve texto nas redes sociais sobre sua partida: “Perdi meu pai e meu melhor amigo. Ele era muito mais jovem do que eu, nunca envelheceu. O tempo passou, os anos chegaram, mas ele sempre manteve a chama da vida, o sorriso no rosto, a palavra amiga de quem sempre sabia apontar um caminho. Era um guerreiro, mas descansou, vão ficar a saudade, o exemplo de homem, do amigo, do marido amoroso, do pai, do avô, do bisavô”. Além de Félix Júnior, ele deixa esposa, Maria Helena, e as filhas Andrea e Cristiana. 




Compartilhar: