MÍDIA CENTER

Falecimento de comandante da Guarda Municipal de Jequié consterna Euclides

Publicado em: 30/09/2020 21:41
Setor responsável: Notícia

O deputado Euclides Fernandes (PDT) apresentou moção de pesar, no Poder Legislativo, pelo falecimento, no último dia 24, do comandante Frankney da Silva Souza, que atuava na Guarda Municipal de Jequié (GMJ). O dirigente da autarquia faleceu em decorrência da Covid-19, aos 46 anos, e, segundo o parlamentar, surpreendeu a todos que conviviam com ele no município.

“Diagnosticado com a Covid-19, estava internado em uma UTI do Hospital Prado Valadares, chegando a apresentar melhoria no quadro clínico, mas não resistiu à ação agressiva e persistente do vírus e chegou a óbito”, registrou o legislador, ressaltando que o comandante trabalhou na linha de frente do combate à pandemia do coronavírus, em ações táticas com as demais forças de segurança, na fiscalização e no cumprimento da ordem pública. “Infelizmente, tornou-se vítima da doença que ajudou a combater”, lamentou Euclides.

A moção destaca os 26 anos de servidor público Frankney que, ‘por merecimento e competência’, alcançou a função de comandante da Guarda Municipal. Brio, coragem, equilíbrio e dedicação foram alguns adjetivos usados pelo deputado para defini-lo, atribuindo-lhe ainda os últimos avanços tecnológicos e melhorias na estrutura da GMJ.

“O comandante Frankney sempre buscou a melhoria da prestação de serviços à população, deixando ao município de Jequié um legado de profissionalismo, dedicação e amor ao seu ofício”, concluiu o pedetista, solicitando ao Parlamento baiano que dê ciência da homenagem póstuma ao Comando da Guarda e à Prefeitura Municipal de Jequié, além dos familiares do comandante Frankney da Silva Souza.




Compartilhar: