Segunda-feira , 30 de Novembro de 2020

MÍDIA CENTER

ALBA adere à campanha Novembro Azul da Unale

Publicado em: 13/11/2020 18:16
Setor responsável: Notícia

Segundo dados do Ministério da Saúde, o câncer de próstata mata um homem a cada 38 minutos no Brasil. Reconhecendo a importância do diagnóstico precoce para o tratamento eficaz da doença, a União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) lançou sua campanha Novembro Azul, para reforçar e contribuir com o mês de conscientização e prevenção do câncer de próstata.

Em um informativo, que acompanha as peças gráficas para uso em redes sociais como Twitter e Facebook, a Secretaria de Saúde da entidade se posiciona mais uma vez engajada em prol da saúde do homem: “Queremos ajudar a quebrar tabus e levar informação, pois acreditamos que cuidar da saúde é sim coisa de homem!”.

Isso é justificado, já que – apesar de os dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) revelarem que o câncer de próstata no Brasil é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma – por medo, preconceito ou desconhecimento, muitos não procuram o médico e preferem não conversar sobre o assunto.

Não à toa, este ano, a Unale escolheu como hashtag #VergonhaÉNãoSeCuidar associada ao mote da campanha: “Um homem que se cuida é um homem de atitude!”. A organização disponibilizou todo material gráfico de postagem em seu site (unale.org.br) para que outras entidades e empresas se associem, adicionando sua logo para ajudar a difundir a campanha.

“Cuidar da saúde é dever de todos, inclusive, dos homens. Partindo dessa necessidade, a Unale, por meio da Secretaria de Saúde, tem ressaltado a importância de todos nós nos cuidarmos. Fizemos isso através do Outubro Rosa, e agora lançamos a Campanha do Novembro Azul, com o objetivo de alertar os homens e toda a população sobre a importância de ir regularmente ao médico e fazer os exames preventivos”, explica a deputada baiana Ivana Bastos (PSD), presidente da Unale.

Em valores absolutos, e considerando ambos os sexos, o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum no país. O Inca estima 65.840 novos casos de câncer de próstata em 2020. “A prevenção é sempre o melhor caminho. Acreditamos que esta atitude é essencial para detectar diversas doenças, a exemplo do câncer de próstata. A Unale segue empenhada no combate a esta guerra silenciosa, para que cada dia mais homens possam vencer esta batalha, antes mesmo dela começar”, afirmou a parlamentar.

Ratificando a fala da presidente Ivana Bastos, o texto da campanha da Unale também defende que “ir regularmente ao médico e realizar exames de rotina é essencial para a detecção precoce de diversas doenças, como o câncer de próstata, que, se descoberto no início, tem mais de 90% de chance de cura”. E conclui: “Acreditamos que a maior demonstração de coragem de um homem é a prevenção.”

Novembro Azul é um movimento global para reforçar a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata; o dia 17 desse mês é mundialmente dedicado ao combate à doença.


O que é a próstata

É uma glândula presente apenas nos homens. Localizada abaixo da bexiga, ela é responsável por produzir uma parte do sêmen, que nutre e protege os espermatozoides.

Fatores de risco

- Idade: uma vez que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos;

- Histórico de câncer na família: quando o pai, avô ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos;

- Sobrepeso e obesidade: estudos recentes mostram maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal mais elevado.

Sinais e sintomas

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são:

- Dificuldade de urinar;

- Demora em começar e terminar de urinar;

- Sangue na urina;

- Diminuição do jato de urina;

- Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Exames

A detecção precoce do câncer é uma estratégia para encontrar o tumor em fase inicial e, assim, possibilitar melhor chance de tratamento. A realização de exames* é recomendada quando há presença de sinais e sintomas, conforme preconiza o Ministério da Saúde:

- Exame de PSA: é um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata – Antígeno Prostático Específico (PSA). O resultado, quando alterado, pode indicar situações como inflamações, infecções, hiperplasia (crescimento benigno) e também o surgimento do câncer de próstata.

- Exame de toque retal: o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto.

________

*Os dois exames, PSA e toque, servem para indicar a necessidade de biópsia da próstata, que é a única forma de confirmar uma suspeita de câncer.

Com informações do Ministério da Saúde e do Inca.





Compartilhar: